SWR FEST 23 / Programa Completo

unnamed

Está cada vez mais perto o início do SWR BARROSELAS METALFEST, já um ponto de paragem mais que obrigatória para os fãs do metal e seus subgéneros mais extremos. A edição deste ano, que decorrerá de 29 de Abril a 2 de Maio, promete, como já vem sendo habitual, reunir uma legião de headbangers proveniente dos quatro cantos do mundo na pacata vila minhota. Com muita oferta no que ao som pesado diz respeito – 50 bandas distribuídas pelos três palcos do recinto – estão reunidas as condições necessárias para mais um certame para mais tarde recordar.

Num ano em que se destacam as muitíssimo aguardadas estreias em território nacional dos colossais AUTOPSYANVILMORBID SAINT e REVENGE, assim como diversos regressos muitos celebrados de GUTALAXHORNAMGŁA e TERRORIZER e uma vasta panóplia do que de melhor a música extrema tem para oferecer a nível mundial, o cartaz sofre agora mais um incremento com o anúncio dos vinte nomes que completam a lista de bandas a actuar em 2020. Em parceria com entidades como a Lovers & Lollypops, a Mosher Records, a Westside Music Sweden, Metal Horde e a Supreme Bookings, durante os quatro dias do festival, a SWR ARENA vai receber uma cuidada selecção de talento internacional e nacional que prova uma vez mais que o evento minhoto também pode (e deve!) ser visto como uma crucial incubadora de projectos emergentes.

À selecção internacional formada pelos suecos MASS WORSHIP e NEKROMANT, pelos gregos AMKEN, pelos dinamarqueses WAYWARD DAWN, pelos polacos HERIDA PROFUNDA, pelos alemães NUCLEAR WARFARE e pelos espanhóis COME BACK FROM THE DEADINFRAHUMANO e HIMURA junta-se ainda um contingente nacional de respeito, constituído pelos BESTAKRYPTOPRAYERS OF SANITYTERROR EMPIRE, MINDTAKERBIOLENCEPLEDGE e ASKÖ. É também na SWR ARENA que, na noite do dia 29 de Abril, os mais resistentes vão poder assistir à final da W:O:A Metal Battle Portugal, o concurso que dará oportunidade a um grupo de representar as cores nacionais no festival alemão Wacken Open Air. Preparem-se, portanto, para testemunhar a derradeira batalha entre os guerreiros finalistas deste ano: BOULDER, GRIEVANCE e SPEEDEMON.

Programação por dias e mais informações em www.swr-fest.com e no Evento Oficial.
Bilhetes em swrfest.bigcartel.com, rede Ticketline e nas Lojas Oficiais.

Evento: SWR inc. / NAAM Barroselas

Posted in Noticias | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Assembleia do Metal 2019

Synlakross - 30

Nematomorphos - 11

EnChanTya - 46

Decayed - 28

Dawn of Ruin - 5

Cavemaster - 40

Atlas Pain - 34
Galeria Completa AQUI
Fotografias de Fernando Guerra

Posted in Fotografias, Noticias | Tagged , , , , , , , , , | Leave a comment

Paus nos Maus Hábitos, Porto

Paus

Paus

Paus

Paus
Galeria Completa AQUI
Fotografias de Luis Azevedo

Posted in Fotografias | Tagged , , | Leave a comment

Petbrick e Krypto no Musicbox

pet

pet-9

pet-3

krypto-11

krypto-6
Galeria Completa AQUI
Fotografias de Luis Queiroz

Posted in Fotografias | Tagged , , , , | Leave a comment

Petbrick e Krypto nos Maus Hábitos, Porto

Krypto (11)

Krypto (17)

PETBRICK (10)

PETBRICK (9)

PETBRICK (22)
Galeria Completa AQUI
Fotografias de Luis Azevedo

Posted in Fotografias | Tagged , , , , | Leave a comment

Sons of Morpheus e Desert Mammooth no Cine Incrivel, Almada

Em noite de estreia absoluta em terras Lusas da banda stoner Suiça “Sons of Morpheus”, os “Desert Mammooth” abriram as hostilidades numa noite gelada em Almada. Providos do seu rock psicadélico mostraram de facto muito profissionalismo e muita maturidade, o quarteto apresentou no “Incrível” uma sonoridade entre o stoner e o psicadélico, característica já associada a esta banda.

desert-10

Integrado na tour europeia que passa por Espanha, Alemanha e Suíça, os desconhecidos “Sons of Morpheus”, vieram a Portugal apresentar o seu reportório já com 4 álbuns lançados desde 2014.

O trio composto por Manuel Bissig na guitarra e voz, Lukas Kurman no baixo e Rudy Kink na bateria, simplesmente deslumbraram os poucos presentes e resistentes ao frio, mas de todo desagradaram, uma sonoridade marcada pelo Tone da Strat de Bissig, onde por momentos roçou as linhas de Hendrix cativando os ouvidos mais atentos, lançaram um Groove muito catchy, e riffs potentes.

sons-16

Nota positiva á promotora “Sunburst Triptych”, que incentiva e promove estes eventos, dando a conhecer bandas desconhecidas, mas com muita qualidade.

Galeria Completa AQUI
Texto e Fotografias de Luis Queiroz

Posted in Fotografias, Reportagens | Tagged , , , , | Leave a comment

Raio-XIS visita em pormenor D.R.O.P. (Dark Reaction Over Power)

Todos os dias são bons para um bom exame radiológico e hoje não é excepção, trazemos os  D.R.O.P. (Dark Reaction Over Power), a banda de Lisboa denomina-se dentro do estilo de rock alternativo e descreve-se como:

“… sempre com criticismo debaixo da língua.  São a reacção contra a injustiça, a ignorância e a malícia, focando-se no melhor e mais humano mundo”

Nós pelo que nos foi permitido ouvir dizemos que eles vem com vontade e com capacidade de mostrar o seu valor no panorama musical. Sem dúvida uma lufada de ar fresco.

Já agora não podemos deixar passar e felicitamos o guitarrista da banda Luís Borralho por mais uma primavera. Os nossos parabéns!

DROP_PressPhoto05

 @anabbphotography

1. Qual o vosso percurso musical?

D.R.O.P.: Todos já tivemos outros projectos musicais, no entanto nenhum de nós teve um percurso muito linear. A Ana começou como backing vocals nos Eternal Whisper, metal melódico, e depois nos Hyperspace, desta vez como segunda voz; o Luigi já teve vários projectos ao longo dos anos, sendo que os mais recentes foram Not Equal, nu-metal/hardcore, e depois os DART, rock grunge, sempre como guitarrista lead e ritmo; o Revez começou a tocar  covers no baixo em vários estilos musicais (reggae, grunge, gipsy, latino, pop, rock, soul). Teve num projecto com o Kalonga (ex-Most Wanted) na voz e guitarra e depois com os Classified, uma banda de covers de rock alternativo; já o nosso Salavessa tem dois amores: os In Extremis, banda punk em ascensão, e os D.R.O.P.

2. Como caracterizam o vosso projecto?

Nós caracterizamos o nosso projecto musical como rock alternativo, e tentamos que seja único e diferente. Juntámos-nos com o intuito de nos expressarmos musicalmente e calhou, sem nos conhecermos anteriormente, sermos um “perfect match”.

3. Referências do mundo da música?

As nossas referências variam muito. Somos quatro e cada um com as suas influências e background. Podemos, por exemplo, inspiramos-nos em músicos como o Jeff Buckley, Rage Against the Machine ou Riverside numa mesma música e ainda juntar-lhe um quê de punk. Trabalhamos as nossas músicas em conjunto e, talvez por isso, consigamos que elas tenham cada uma a sua personalidade.

4. Quais são os vossos filmes/livros favoritos?

Luigi: Filmes: Silence of The Lambs, Shining, Natural Born Killers. Livros: é complicado visto que gosto de livros sobre medicina, química, psicologia comportamental, política.

Revez: Filme: “Beyond the doors (ou Down on us)” de Larry Buchanan. Livro: “O voo da águia” de Jiddu Krishnamurti.
Ana: São perguntas muito complicadas de se responder. Gosto de filmes e livros que me façam pensar e que criem a necessidade de diálogo. Actualmente, ando ansiosamente a aguardar que a 3ª temporada da série alemã Dark estreie. Adoro o livro A Bruxa de Oz, do Gregory Maguire, que coloca a narrativa num ponto de vista muito diferente da normal história do Feiticeiro de Oz, questionando a dicotomia entre o bem e o mal.

Salavessa: Um filme favorito? Não tenho. Filmes favoritos? Talvez, porque um conjunto de filmes derivados das mesmas personagens e história pode ser chamado de saga. E aí sim, a minha saga favorita é Star Wars. Sobre livros, não sou muito de ler (risos)

5. O que vos encanta no mundo enquanto artistas?

A criação de músicas nossas é algo que nos cativa e que nos juntou enquanto grupo homogéneo. No entanto, a ideia de pisar os palcos e fazer o público vibrar aquece-nos o coração.

6. Se a vossa música pudesse mudar alguma coisa na mentalidade das pessoas o que gostariam que fosse?

Revez: Chega! de Andrés Vent…quer dizer de preconceitos !

Ana: Para mim, a ignorância e a intolerância que costumam andar de mãos dadas, curiosamente.

Luigi: Gostaria que as pessoas parassem para pensar, e realmente vissem que a harmonia entre as pessoas e os povos existe se soubermos puxar o melhor de cada um, e não o pior. Gostaria que realmente houvesse uma verdadeira revolução de consciências onde a cegueira e a ignorância deixassem de fazer parte da sociedade.

Salavessa: É uma pergunta difícil… Eu sou só o baterista, não sei que mensagem é que quero passar a não ser a de um bom groove com um ganda ritmo misturando. História engraçada: presto tanta atenção às mensagens das músicas que só soube a letra do nosso recente single Mr. Socialite e a sua mensagem depois de a ouvir com atenção depois de já estar gravada em estúdio.

7. Onde gostariam de tocar ao vivo?

Há muitos locais onde gostaríamos de tocar e enumeramos alguns: Incrível Almadense, Santiago Alquimista, Sabotage, RCA, Lisboa ao Vivo e claro, o Coliseu dos Recreios seria um dia um must.

8. Quais os vossos projectos para o futuro?

Apesar de já termos gravado o nosso single de estreia, Mr. Socialite e também o video clip, estamos a dar continuidade ao trabalho de estúdio, para podermos brevemente iniciar a gravação do nosso álbum de estreia. Ainda que sem data prevista de lançamento, temos concertos a dar para percebermos a receptividade do público e, claro, para nos divertirmos à grande.

9. Descrevam-se numa palavra

Incomuns.

Posted in Raio-XIS | Tagged | Leave a comment

The Black Crowes passam pelo Campo Pequeno dia 14 de Novembro

unnamed

The Black Crowes anunciam passagem por Portugal, no dia 14 de Novembro, no Campo Pequeno, para celebração ao vivo do 30º aniversário do platinado álbum de estreia, “Shake Your Money Maker”.

A digressão tem arranque dia 10 de Outubro, em Dublin, e continua com vários espectáculos espalhados por toda a Europa. Bilhetes vão estar à venda a partir de sexta-feira, 7 de Fevereiro.

Este regresso aos palcos dos irmãos Chris e Rich Robinson, culmina num reencontro com o passado e com todos os fãs.

Depois de vários anos de relações cortadas, ambos admitem estar profundamente sensibilizados com este reencontro, chegando mesmo a afirmar:

Chris Robinson: “I’m thrilled & blessed to be playing with my brother celebrating the music we’ve made & bringing our lives together full circle. Long live Rock n’ Roll & The Black Crowes!”

Rich Robinson: “First and foremost, I’m really happy to have my brother back in my life. To be able to play music again together and celebrate the first record we made as kids, is a gift. To have these songs stand up after 30 years is something I could’ve never fathomed.”

Em plenos anos 90, “Shake your Money Maker” deu provas da sua força e carisma ao reacender a chama do rock numa época em que o género musical já tinha conhecido melhores dias, recebendo rasgados elogios da crítica da especialidade. “Jealous Again”, “Twice As Hard”, “She Talks To Angels” e “Hard To Handle” são algumas das músicas que levaram o álbum às bocas do mundo.

Com oito álbuns de estúdio e quatro ao vivo, os The Black Crowes percorreram um caminho muito semelhante ao de uma qualquer prestigiada banda, vendendo milhões de discos e actuando ao vivo um pouco por todo o lado.

The Black Crowes são uma das melhores e mais amadas bandas de rock de sempre. O Campo Pequeno é o lugar escolhido para afirmar esta consolidação, no dia 14 de Novembro.

Evento: Everything is New

Posted in Noticias | Tagged , , | Leave a comment

SPLIKNOT passam por Lisboa a 17 de Agosto

unnamed

Slipknot trazem a Portugal o seu sexto álbum de estúdio “We Are Not Your Kind”. A famosa banda de metal formada em Des Moines, Iowa, em 1995, prepara-se para entrar na Altice Arena, no dia 17 de Agosto, prometendo aos seus fãs um concerto memorável.

Depois de várias nomeações para os Grammy Awards, inúmeros álbuns de platina e mais de 1,7 biliões de visualizações no youtube, os Slipknot continuam a surpreender tudo e todos. ”We are Not your kind” é prova disso mesmo, conquistando um enorme reconhecimento por parte da crítica e fortes elogios dos fãs:

“With their latest studio album, Slipknot have released one of the strongest albums in their career,”- Consequence of Sound

The sheer ambition of We Are Not Your Kind is just as staggering as their seminal record Iowa – the dynamic might be even better.” – The Independent

The ‘Knot’s sixth album is an astonishing record.” – NME

“Solway Firth”, “Birth Of The Cruel” e “Unsainted” são as três faixas que mais se destacam no álbum. Cada uma delas interpretada num videoclip realizado por M. Shawn Crahan que, em apenas dois meses, atingiram um número de visualizações no Youtube que ultrapassaram os 58 milhões.

Com bilhetes à venda a partir do dia 1 de Fevereiro, os fãs da banda liderada por Corey Taylor vão poder assistir a momento épico. Um espectáculo transcendente, que quer fazer história no ciclo de concertos de 2020 no nosso país.

Evento: Everything Is New

Posted in Noticias | Tagged , , | Leave a comment

Raio-XIS visita em pormenor Petbrick

Petbrick é o novo projecto de Iggor Cavalera e Wayne Adams e com duas datas marcadas para concertos em Portugal, não podíamos deixar passar em branco a hipótese de “radiografar” os músicos.

As respostas ficam a cargo de Iggor Cavalera e nós deixamos também aqui o nosso agradecimento a Sara Cunha dos Lovers & Lollypops pela ajuda e sempre prestável disponibilidade

Petbrick by Nick Pancorvo_2_bw.jpg

Credit Nick Pancorvo

1. What is your musical background and how did PetBrick come about?/ Qual a vossa formação musical e como surgiu os PetBrick?

Been playing drums since I was 7 years old./ Toco bacteria desde dos meus 7 anos de idade.

2. There is a certain influence on the “industrial” music scene. How do you characterize your project and what are the influences? Há uma certa influência no cenário musical “industrial”. Como caracterizam o vosso projecto e quais as vossas influências?

I love the so called “industrial music”, especially the older stuff like, THROBBING GRISTLE, NEUBAUTEN, REVOLTING COCKS, LARD, PAILHEAD…We just called our style horrible noise. / Eu adoro a chamada “música industrial” principalmente a parte mais antiga como, THROBBING GRISTLE, NEUBAUTEN, REVOLTING COCKS, LARD, PAILHEAD. Nós chamamos apenas ao nosso estilo “ruído horrível”

3. What is your creative process like? Do you already come up with some ideas or does it happen in a Jam Session? / Como é o vosso processo criativo? Vocês já têm ideias ou elas surgem numa Jam Session?

We just go to Waynes Studio, drink a lot of coffee, and write stuff. No rules!!! / Nós apenas vamos para o estúdio do Wayne, bebemos montes de café e escrevemos. Sem regras!!!

4. How is the tour going? / Como está a corer a vossa tournée?

Amazing Shows… Got to play with some sick acts like THE BUG, ACID MOTHERS TEMPLE, GUM TAKES TOOTH, THE BODY, FULL OF HELL, PSYWARFARECOCAINE PISS, AJA, …..And had lots of horrible vegan food experiences…(we are not vegan) / Concertos fantásticos… tivemos a possíbilidade de tocar com excelentes músicos como os THE BUG, ACID MOTHERS TEMPLE, GUM TAKES TOOTH, THE BODY, FULL OF HELL, PSYWARFARECOCAINE PISS, AJA… e bastantes experiencias horriveis com comida vegana… (nós não somos veganos)

5. What delights you in the world as artists? Meet new people? Change mindsets through music? / O que vos encanta no mundo como artistas? Conhecer pessoas novas? Mudar mentalidades através da música?

Yes, definitely meeting new people, exchanging ideas, cultures. / Sim, definitivamente conhecer pessoas novas, trocas ideias, as culturas.

6. How did your music evolve after you started playing together? Have you rediscovered yourselves? / Como é que a vossa música evoluiu depois de começarem a tocar juntos? Redescobriram-se?

I learned a lot from Wayne, he is also my eurorack modular personal teacher… and he rules! / Eu aprendi imenso com o Wayne, além disso ele é o meu professor particular dos modules eurorack e ele é excelente nisso.

7. Where would you like to play live? / Onde gostariam de tocar ao vivo?

Anywhere with people with open minds. / Em qualquer lugar com pessoas de mentalidade aberta.

8. What are your projects for the future? / Quais são os vossos projectos para o futuro?

Is going to be a busy year for me… Doing a Soulwax new record and tour, releasing more stuff with Petbrick (including a mind blowing record with deaf kids) and a split ep with Uniform… More shows with return To Beneath The Remains/Arise, new things for Mixhell and My Label Delayed Records, and also just released a meditation tape with my wife Laima Leyton and Joe Goddard from hot clip called  ” MAGIC LIGHTBOX OF UNKNOWLEDGE” / Vai ser um ano atarefado para mim. Vou fazer com Soulwax um álbum novo e uma tour, vou lançar mais coisas com Petbrick, (incluindo um álbum extraordinário para crianças surdas) e um split EP cm Uniform…Mais espectáculos com o regresso de To Beneath The Remains/Arise, coisas novas para Mixhell e minha editoral Delayed Records, e também lançar um cd/tape com a minha mulher Laima Leyton e com Joe Goddard do clip ” MAGIC LIGHTBOX OF UNKNOWLEDGE“.

9. Describe yourself in one word / Descrevam-se numa palavra

Passionate / Apaixonado

Posted in Raio-XIS | Tagged , , | Leave a comment