Raio-XIS visita em pormenor Grand Sun

Nova consulta e esta bem perto da “casa”, Oeiras é a localidade dos Grand Sun, e nós não os podíamos deixar passar sem uma “chapa” bem tirada.

 

1 . Qual o vosso percurso musical?

Eu [Simon] quando era mais puto tinha uma banda de Grunge. Tocava aqui pela Lisa e comecei a reparar que a partir de 2013/14 houve um boom gigante na cena musical lisboeta. Ouvia imenso os Temples na altura e quis criar uma banda nessa onda, conheci o António, que estudou piano, e começámos a coisa assim. Fomos experimentando tocar com pessoas que procurámos (facebook, panorama milenar sempre) e o projecto ficou definido com a entrada do Miguel, na bateria. O João Ribeiro entrou mais tarde e, como viu a banda dos dois lados, acho que é o gajo mais capaz para responder à pergunta seguinte.

2. Como caracterizam o vosso projecto?

Sun é o catalisador desta coisa de experimentar, ensaiar, gravar e estar numa banda com tudo o que é associado a isso; para nós. E para as outras pessoas, Sun é malta que dá tudo em palco e grandes companheiros de copos.

3. Referências do mundo da música?

Estamos sempre a ouvir coisas novas e há certas bandas que nos influenciam pela musicalidade, ao passo que outras nos influenciam pela postura ou contexto. Gostamos imenso da fase tardia dos anos 60, um pouco pelas duas razões, onde há projectos indispensáveis como os Byrds, Zombies, Velvet Underground, os Beatles ou os Beach Boys. Há muitas influências dos anos 60, pois foi uma década de mudança e criação sónica sem precedentes, e isso reflecte-se na nossa música.

4. Quais são os vossos filmes/livros favoritos?

Peliculas: Forest Gump, Trainspotting, Her, o Acossado e Der Untergang.

O António lê imenso e emprestou-me o ‘Jesusalém’, do Mia Couto. Que é um grande livro. Emprestou-me também o ‘Vermelho e o Negro’, só que eu ainda não li esse. E as Aventuras do Tintim, que aparecem no vídeo da Go Home.

5. O que vos encanta no mundo enquanto artistas?

A forma como as pessoas agem.

6. Se a vossa música pudesse mudar alguma coisa na mentalidade das pessoas o que gostariam que fosse?

A forma como as pessoas agem umas com as outras. Acho que por vezes se criam barreiras sem razão nenhuma. Eita, e vamos lá trazer de volta os programas de autor na rádio.

7. Onde gostariam de tocar ao vivo?

Nesta tour ainda vamos a sítios e cidades que sempre quisemos ir. Mas Coura, pá, seria uma coisa porreira, até porque já vamos ao festival há uns anos.

8. Quais os vossos projectos para o futuro?

Nos últimos tempos temos estado a compor uma série de malhas novas para lançarmos para o próximo ano. Por agora que as pessoas absorvam um bocado este disco. Conhecer mais pessoas, escrever sobre estas, gravar o que escrevemos, lançar o que gravámos. Repetir processo. E no meio disto ir tocando.

9. Descrevam-se numa palavra

Jolly-Farm


 

Advertisements
This entry was posted in Raio-XIS and tagged , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s