Raio-XIS visita em pormenor – Caedeous

Desta vez a consulta foi feita a CAEDEOUS, ou neste caso a Paulo Mendes, o mentor do projecto.
E as chapas revelam uma saúde de ferro

CAEDEOUS - SIEGE OF DRAEDEMOR SINGLE CD COVER ART.jpg


Qual o teu percurso musical?

Como compositor, o meu percurso musical remonta a finais da década de noventa onde comecei a compor temas para diversas bandas de rock e metal em Portugal.

Em 2014 a minha carreira musical orientou-se para a indústria cinematográfica internacional de Los Angeles (Estados Unidos da América) na área de trailers, bandas sonoras e música orquestral sinfónica pela BMI bem como diversas “trailer houses”.

Neste percurso dou especial destaque ao álbum Elementia I lançado em 2016 cujas músicas Elysian Fields e Gates of Adastria foram eleitas como as melhores de Maio e Junho de 2016 por promotores internacionais especialistas na área. Do mesmo álbum foram licenciados vários temas para trailers (Wonder Woman, Deceptive Vows) e filmes (shorts e full length), entre os quais “Eternal Game” foi nomeado para melhor drama, melhor performance de artista principal e de suporte no TPN Film Fest (USA – Georgia).

Em 2017 o meu trajecto musical continuou na área cinematográfica mas iniciei, em paralelo, um projecto de longa data denominado “CAEDEOUS” no qual revisito o metal, nomeadamente “Black Metal Sinfónico” cujos primeiros singles “Siege of Draedemor” e “The Rise o f Marion” estão datados para lançamento mundial em todos os maiores outlets e lojas digitais para Agosto e Setembro. O álbum de estreia tem data prevista de saída no primeiro trimestre de 2018.

Como caracterizas o teu projecto?
Caedeous é um projecto que se pode caracterizar pelo uso de instrumentos musicais standard no estilo de metal misturados com orquestra, coros e atmosferas negras. Podemos identificar um estilo de filme de terror derivado das minhas influências como compositor, o que confere ao projecto uma tonalidade “teatral” incutida nos instrumentos, atmosferas e vozes.

O projecto em si inclui vários instrumentalistas (Bernardo Rodrigues, Manuel Pinto e Bruno Guilherme) e voz (Rute Fevereiro). Eu componho e produzo todos os elementos musicais, Rute Fevereiro escreve as letras e dá corpo e alma às vozes do Projecto e os instrumentalistas dão a restante essência ao todo que completa o projecto como um único organismo simbiótico coeso.

Quais as tuas referências do mundo da música?
As minhas referências musicais são diversas em diferentes âmbitos, no entanto gostava de destacar as seguintes com as quais cresci e me influenciaram muito como músico e compositor:

METAL: Metallica, Iron Maiden, Kreator, Cradle of Filth, Dimmu Borgir, Dark Funeral, Emperor, Marduk, Type o Negative, Crematory, In flames, Children of Bodom, Sepultura, Pantera etc…

BANDAS SONORAS: Hans Zimmer, Danny Elfman, James Horner, John Williams.

Quais são os teus filmes e livros favoritos?
Filmes – Aliens 8º Passageiro, Aliens, Star Wars, Odisseia No Espaço, Blade Runner.Livros dos Autores – H.P Lovecraft, Arthur C. Clarke, J.R.R Tolkien, Michio Kaku, Stephen Hawking, Anne Rice.

O que te encanta no mundo enquanto artistas?
Como artista o que mais me encanta é a diversidade cultural que quando combinados geram elementos musicais lindos.

Se a tua música pudesse mudar alguma coisa na mentalidade das pessoas o que gostarias que fosse?
Pessoalmente, não espero que a minha música mude algo na mentalidade das pessoas. Quando crio música estou a criar arte baseada nas minhas emoções que, como tudo na vida, pode agradar a uns e a outros não. Mas se a minha arte poder ajudar uma pessoa ou várias a sentirem-se felizes nem que seja por um momento, ou ajuda-las a ultrapassar problemas na sua vida, então o meu propósito como artista foi alcançado e sinto-me muito feliz por ter tocado de forma positiva a vida de alguém.

Onde gostarias de tocar ao vivo?
Com Caedeous gostaria imenso de tocar no Wacken Open Air, com orquestra e coros.

Tens mais projectos para o futuro?
A nível de projectos no metal continuarei com Caedeous lançando singles e álbuns. Outros projectos passarão pela indústria cinematográfica, continuarei a lançar o projecto Elementia, volumes 2 e 3 e irei também dedicar atenção a musica de trailer e bandas sonoras.

Descreve-te numa palavra
CAEDEOUS. Isto porque a extensão de parte da minha pessoa reflecte-se a nível emocional e pessoal no trabalho que faço como artista e compositor e nada melhor do que exprimir esses sentimentos e energia captada naquele momento através de registo áudio com os quais posso partilhar com o público em geral.

Advertisements
This entry was posted in Raio-XIS and tagged , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s