Raio-XIS visita em pormenor – Darewolf

Reabrimos as portas para os lados de Braga e trazemos os Darewolf. A banda fundada em 2016 denomina-se como uma banda Hard Rock/ Power Metal.

A chapa tiramos nós, o diagnostico fica ao vosso critério.

14572416_1673206622989570_2298844167826456378_n

1. Qual o vosso percurso musical?

  • Nós nascemos das cinzas de um projecto anterior em que eu (Rui Baía e actual Guitarrista) cantava para além de tocar juntamente com o nosso outro guitarrista. Na altura esse grupo acabou quando o baterista saiu da banda. Há dois anos fomos por diversão a um concurso de bandas ainda com o nome antigo com o meu irmão (Guga e actual vocalista) no baixo e vozes secundárias. Como aquilo correu bem e foi divertido resolvemos voltar ao activo com nova formação e um estilo ligeiramente diferente do anterior mas ainda baseado no Rock/Metal e fomos compondo músicas novas até conseguirmos gravar o nosso EP/Demo de estreia que lançamos no fim do ano passado e estamos agora a publicitar.

2. Como caracterizam o vosso projecto?

  • O nosso projeto é uma junção de tudo que eu e o meu irmão gostamos na esfera da música pesada. Desde Glam a Death tocamos um pouco de tudo. No nosso EP II-I temos um misto entre HardRock e Powermetal e para o futuro temos já compostas algumas músicas mais na esfera do Thrash e Sinfónico. No fundo somos uma amálgama de todo o tipo de som na esfera do Rock/Metal com um toque de humor (sobretudo nas performances ao vivo) que falta hoje em dia para enfrentar tanto problema que vai surgindo.

3. Quais as vossas referências no mundo da música?

  • Nós temos um gosto muito ecléctico (Eu e o meu irmão) pelo que há muitos géneros que nos influenciam. Falando por mim considero o Tobias Sammet uma das minhas maiores referências, tudo que ele fez com os Edguy e Avantasia acho genial. Também considero Steel Panther das minhas maiores referências e claro Metallica que me fizeram conhecer este espectro musical uma vez que o meu pai estava sempre a meter a Enter Sandman em casa a tocar quando era criança

4. Como artistas o que vos encanta no mundo e se pudessem mudar a mentalidade das pessoas com a vossa música o que gostariam de mudar?

  • Citando os SIXX AM life is beatiful, e há uma quantidade de sítios e pessoas fascinantes no mundo que adorava conhecer e mostrar a nossa arte.
    O que mais gostava de mudar é a mentalidade que o heavy metal é a música do Demo e que todos os metaleiros são más pessoas que ainda hoje perdura na sociedade que é completamente falsa (tirando os tolos do Black Metal norueguês nos anos 90). Isso e promover o que se passa nos concertos que independentemente das origens, sexo, entidade e essas coisas todas, quem está lá com o mesmo objectivo que é a música ou arte todo o mundo é bem vindo e ninguém é mais que ninguém.

5. Local onde gostariam de tocar ao vivo? E com quem?

  • O local de sonho onde adorava tocar era claramente o Wacken Open Air. Não sonhando demasiado alto e de forma mais nacional o local onde mais gostávamos de tocar seria o Vagos visto ser o nosso maior festival deste género. De uma forma mais generalista os coliseus também seria um sonho realizado.

6. O que acham que seria necessário mudar em Portugal quanto ao apoio que existe aos novos projectos e novas bandas?

  • Acho que em Portugal é necessário reavaliar os valores que se valorizam na música. Há tanta banda com talento e qualidade mas somente se aposta no que é barato de produzir e possa vir a dar lucros imediatos o que leva aos belos espetáculos deprimentes que são aqueles programas da tarde. As maiores rádios nacionais então música com instrumentos é quase nula, só Kizomba, Reggaeton e “artistas” que sem autotune não fazem algo sequer semelhante a cantar ou tocar. Não digo vamos só ouvir música progressiva com 20 minutos com tempos de 23/35 mas pelo menos um mínimo de mestria.

7. Projectos para o futuro?

  • Futuramente tencionamos gravar o primeiro álbum completo não distantemente e continuar a promoção da banda com o maior número de espetáculos ao vivo possíveis, gravar um ou outro vídeo oficial, e sobretudo divertirmo-nos um bocado enquanto tentamos levar a nossa música às pessoas.

8. Por último descrevam-se numa única palavra

  • Falando de mim apenas diria “Bonito” mas como banda “Sonhadores” se calhar.
Advertisements
This entry was posted in Raio-XIS and tagged , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s