O Hardcore esteve em peso em Corroios

No passado domingo, dia 11 de Junho, aconteceu no Cine Teatro de Corroios uma das noites mais esperadas pelos amantes do hardcore… e não só.

Felizmente cada vez mais as nossas promotoras têm o cuidado de garantir que a união não se perde porque as sonoridades ouvidas pelo publico são diferentes, e esta noite foi mais um exemplo disso.

A Hell Xis juntou Terror Empire, Black Bomb.A, For The Glory e os enormes Hatebreed; num cartaz que funcionou de forma muito harmoniosa.

Pena é que se continuem a pagar bilhetes por quatro bandas, e que o público não faça questão de apoiar as bandas de abertura. Não obstante, a qualidade da atuação das mesmas felizmente não se faz sentir, e independentemente da quantidade a qualidade prevalece.

Terror Empire-19.jpg

A aquecer o público o sempre vigoroso thrash metal de Terror Empire, com apoiantes incontornáveis na linha da frente de punho em riste. O set prendeu-se maioritariamente aos êxitos que já bem conhecemos do seu último trabalho “The Empire Strikes Black”. Agora com o regresso de Nuno Raimundo na guitarra (baixista de Tales For The Unspoken), num momento em que a banda se prepara para o lançamento do novo álbum “Obscurity Rising” no próximo dia 14 de Julho. Com festa de lançamento agendada para dia 15 em Coimbra, uma festa que não devem perder.

Black Bomb.A-1.jpg

Pela primeira vez a atuar em Portugal os Black Bomb.A, deram um concerto enérgico, sempre de olhos no público e para o público. Os vocalistas Poun e Arno encheram o palco com a sua atitude em palco sempre ativa e intensa.  Fazendo a sala começar a mexer.

For The Glory-25.jpg

For The Glory, eram os portugueses que se seguiam e a abrir as portas para Hatebreed. Após terem espalhado o seu hardcore por terras francesas, o quarteto fez-se soar bem alto e sempre acompanhado a plenos pulmões pelos presentes, com direito a estreia no mosh.

Hatebreed-20

Sem dúvida que a casa estava expectante pela banda final, e foi em Hatebreed que a afluência se fez sentir. Este foi o regresso da banda a Portugal, que atuou em 2014 na Républica da Música com outros grandes nomes como: The Exploited, Napalm Death e os portugueses Primal Attack.

Um set com uma interminável coleção de excelentes músicas, interpretadas por Jamey com uma enorme paixão e sentimento. Um regresso em grande com a tour do seu sétimo álbum “The Concrete Confessional”. Rico na sua mistura de influências como hardcore, punk rock, old school thrash e intros de baixo. Uma atuação que se fez sentir prazerosa na alma e calorosa em todos os sentidos, vivida pelo público intensamente.

Obrigada Hell Xis, por este cartaz fantástico e pela sempre cuidada organização.

Galeria completa AQUI

Fotografias e texto de Andreia Vidal | Vidal Fotografia

Advertisements
This entry was posted in Fotografias, Reportagens and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s