XXXicken Party – Dia 3 [Reportagem]

IMG_3267-25Último dia do XXXICKEN Party começou com muita confusão. Cheguei ao recinto a tempo de ver os “Besta” acabar o que foi triste para mim como grande fã da banda. Vi as últimas músicas com muito entusiasmo, soube bem ver que o resto do pessoal também estava a gostar e a apoiar.

Depois apercebi-me de mudanças drásticas que aconteceram no alinhamento do Cartaz. Bandas que eu pensei que ia conseguir ver já tinham tocado e bandas que pensei ter perdido ainda iam tocar. Não pude testemunhar o grind bem vestido dos “Rapemachine”ao vivo, nem de “UxCxLxMx”, mas consegui apanhar os portugueses “Scent of Death”.

Um concerto agradável de Death Metal com grande presença em palco e um público entusiasmado. Certamente que vale a pena rever.

De seguida toda a gente foi festejada ao meio pelo concerto dos escoceses “Party Cannon”, brutal death metal para todas as idades que foi uma verdadeira explosão festiva na cara de toda a gente.

Depois subiram ao palco uma daquelas bandas que pensei ter perdido mas afinal (e felizmente) não. Apesar de os ter perdido no XXXAPADA em Janeiro no início deste ano, desta vez consegui ver os espanhóis “Rato Raro”, grind clássico sem travões e uma grande presença em palco uniram-se para gerar um concerto que valeu muito a pena, não estava lá muita gente mas isso não afectou a banda nem quem lá esteve a abanar a cabeça e o corpo. Vale a pena voltar a ver esta banda, definitivamente.

Depois de ver “Rato Raro” fiquei sem tinta na caneta e deixei de poder tirar notas sobre os concertos, por isso o resto é de memória, uma semana depois.

Depois disto soube do cancelamento de “Unfanthomable Ruination” mas não soube da mudança de alinhamento que pôs os russos “Katalepsy” a tocar mais cedo. Derivado disso só vi o concerto deles a acabar, infelizmente para mim, do que vi do concerto fez-me sentir muito mal por não ter visto tudo desde o início. Uma massa de gente estava ao rubro perante o palco e a presença da banda era enorme.

IMG_3217-24

Não sei se foi antes ou depois disto que vi “Daemusinem”, mais uma banda de Brutal Death com os mesmos membros de “Putridity” que fez vibrar as folhas de palmeira do Rex Bowling assim como as pessoas.

A seguir tocaram os colombianos “Carnivore Diprosopus” com um death grind agradável que não deixou o nível de brutalidade descer abaixo dos 100%. Foi um bom concerto cheio do mesmo ambiente festivo e imparável dos restantes.

Os próximos a subir ao palco foram os franceses “Pulmonary Fibrosis”, se ter tatuagens é um concurso, o vocalista deles ganhou. Mas o que interessou mais foi o death grind e a voz cavernosa e incrível que desceu sobre o povo durante aquele concerto. Dos melhores do último dia, espero que voltem a Portugal.

Ainda consegui apanhar um bocado do concerto dos italianos “Devangelic” antes de ter que embarcar na viagem de regresso à vida normal. Mais Brutal Death que deu continuidade à festa se o álcool já não o fazia.

Concluindo, apesar de todas as adversidades, o XXXICKEN Party não só aconteceu como foi uma festa sem precedentes neste país, já não quero pensar no que poderia ter sido. Quero pensar que foi um sucesso este ano (e a meu ver é verdade) e que tem muito espaço para voltar a crescer e regressar para o ano com o dobro da força. A todas as bandas que não vi, lamento imenso, eu tentei o meu melhor com a quantidade de álcool que tinha no sistema. De qualquer maneira, pelo que vi neste festival, acredito que todos os concertos tenham sido a mesma festa cheia de sorrisos e movimento que vi em todos os concertos e a realidade é que não interessa se eu estive lá ou não, interessa que vocês estiveram lá e fizeram muita gente muito feliz e vice-versa. Para o ano há mais e quem se atrever a tentar parar a XXXICKEN Party vai levar com uma chapada na tromba.

IMG_3414-15

Texto : João NOX
Fotos: Inês Oliveira

Advertisements
This entry was posted in Reportagens and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s