Review: Angelwings – “The Edge of Innocence”

10257273_1662914253964419_2773706986694846604_oAngelwings chegam-nos de Gibraltar com o seu Symphonic Metal afinadissímo. Apresentaram-nos o seu primeiro EP de originais. Logo aos primeiros segundos de “Wonderland” sente-se uma energia cheia de vitalidade. A ternura e o brilho da voz de Davinia Cano complementam uma orquestração das guitarras, do baixo, das teclas e bateria muito bem intrínsecos entre si, formando uma orquestração divina e embrenhada em paixão e emoção.

Em “Memories” com uma conotação mais letargica e melancólica, através das teclas e das orquestrações iniciais na música acompanhadas pela voz graciosa e inocente de Davinia ao longo da lírica algo negra e dolorosa mas agridoce e sincera, somos acolhidos por uma colecção de sensações que mexem connosco.

The Fallen” revela-se pungente e com uma injecção de uma energia renovada mostrando uma nova faceta a nível vocal em que se nota uma conotação mais assertiva, firme e intensa. Com um proeminente conjunto de cordas e bateria, em todos os aspectos desta faixa vai-se sentindo e entranhando-se em nós os seus ritmos e harmonizações.

Com “Lilith” subtilmente vemos marcas de algo épico a formar-se a esconder-se sorrateiramente, mas está lá. A banda não se excede com orquestração acelerada, o que a banda faz é elevar a orquestração e misturam a beleza com intensidade. Quanto à voz, nada como ouvir um agudo soar bem alto, perceptivel a nivel lírico e acima de tudo usando dinâmica para mostrar a intensidade e contenção ao mesmo tempo.

Ao longo das faixas deste Ep vai-se sentindo o brilhantismo e acima de tudo a notável energia intensificada como um renascimento de algo real e puro à medida que progride. Todos estes factores mostram o quanta habilidade a banda tem, quanto têm ainda para nos oferecer e nos dar a conhecer. É um trabalho etéreo, que provoca nossos pensamentos e emoções, sereno, tranquilo como se de uma escuridão a criar luminosidade em nós.

Angelwings promete dar bastante que falar com este seu primeiro EP e sem dúvida alguma estaremos cá para os acompanhar no seu desenvolvimento e evolução, que demonstram ser bastante prometedoras.

Ágata Winter Euphoria

 

Advertisements
This entry was posted in Criticas & Reviews and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s