Not a Christmas Fest

Sábado houve festa no Metalpoint, apesar da época não foi uma festa de natal, foi uma festa de metal (leiam a ultima palavra em português).not_a_xmas_fest-Holocausto Canibal (8)

A começar a noite em grande vieram os In Vein, banda cujo nome é um “pun” genial e que iniciou logo ali com Thrash Metal a tradição não natalícia de violência em massa por parte do público. Pra por mais lenha na fogueira da aderência da audiência, tocaram um cover da “porrada” dos Soulfly.

Seguiram-se os Debunker com a apresentação do seu EP novo “The Invisible Disorder”. Mais uma vez o público entregou-se á sonoridade do seu Thrash sem merdas, mesmo durante as partes mais lentas e calmas.

not_a_xmas_fest-Debumker (11)Em terceiro lugar tocaram os Holocausto Cannibal, pra dar uma reviravolta na mistura musical com o seu death grind bem conhecido e apreciado pelos presentes. O povo que lá estava não parou de se mexer, devo dizer que é raro ver tanta aderência no Metalpoint, mas é sempre bom, secalhar já toda a gente estava farta de ouvir aquela musica do “all I want for Christmas is you”. Antes de terminarem a tareia ao público, tiveram a presença do vocalista de “Grunt” que os elogiou até doer para a seguir fazer doer a toda gente.not_a_xmas_fest-InVein (5)

Para acabar em grande, os veteranos Web subiram ao palco com os seus clássicos de thrash (mais thrash que é o que o pessoal gosta) que a maioria conhece bem. A aderência por parte do público nunca vacilou. Para manter o espirito não natalicio e como vermelho é a cor das cuecas do pai natal, tocaram um cover da “Raining Blood” dos Slayer, pessoas passaram por mim cheias de pressa para se juntar à festa que estava a decorrer lá no meio. Ainda deram uma prenda de não natal ao publico na forma de mais uma musica do que era planeado, para grande alegria de todos presentes.

not_a_xmas_fest-Web (5)

Foi uma noite de alegria e porrada no Metalpoint, geralmente são todas mas esta teve um espírito não natalício que soube muito bem a toda a gente presente, depois de um natal em família ou sozinho fechado em casa sabe sempre bem vir a um não natal na casa de agressão musical mais potente do Porto.

Texto: João Alves

[GALERIA]

clica na foto para aumentar

Fotos: Ágata Winter Euphoria Moreira

Advertisements
This entry was posted in Fotografias, Reportagens and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s