Raio-XIS visita em pormenor – Dollar LLama

Voltamos ao consultório mais uma vez hoje e desta vez não fomos longe, de Lisboa trazemos os Dollar LLama.

Desta vez em bom e saudável português, que o que é nosso é bom e merece ser apoiado. Esperamos que gostem!

\m/

8a9b77b7-2591-4148-a8f1-ae82593740ec

  1. Qual o vosso percurso musical?

Os Dollar LLama nasceram em 2002, pela mão do único membro activo da formação original, Tiago Simões. No início a nossa música caracterizava-se por uma sonoridade mais grunge que eram as nossas influências na altura e conseguimos entre 2005 e 2006 vencer 5 concursos de bandas em Portugal e figurar em alguns festivais de grande dimensão a abrir bandas como Xutos e Pontapés ou Blasted Mechanism. A partir daí e já com a entrada do Hugo para a guitarra, a banda ficou um pouco mais pesada, com um feeling mais “stoner” e lançámos o nosso primeiro álbum “Under the Hurricane” em 2009, que teve excelentes críticas. Entretanto tivemos uma paragem entre 2010 e 2013 por falta de motivação dos elementos da banda e voltámos para tentar acabar as músicas que já tínhamos criado antes de nos separarmos…O resultado é este álbum “Grand Union” que tem uma sonoridade bem mais pesada e tem um pouco mais de trabalho a nível de composição. Durante estes 13 anos de banda fizemos também as primeiras partes de bandas internacionais como Nashville Pussy, John Garcia (Ex-Kyuss), Cancer Bats, Karma to Burn, Sights and Sounds, Berri Txarrak e Valient Thorr.

  1. Como caracterizam o vosso projecto?

Penso que como temos tantas influências diferentes dentro do rock, o nosso som acaba por não ter um género bem definido…Há pessoas que dizem que é sludge, outras stoner metal…Nós preferimos dizer que é rock puro e duro!

  1. Quais as vossas referências no mundo da música?

Temos muitas e cada elemento tem os seus próprios gostos…mas assim no geral penso que Down, ASG, Baroness, Black Sabbath, Everytime I Die, He is Legend ou mesmo Tool ou Megadeth! É uma grande confusão mas acaba por resultar bem…

  1. Como artistas o que vos encanta no mundo e se pudessem mudar a mentalidade das pessoas com a vossa música o que gostariam de mudar?

Eu penso que o que nos dá mais prazer é ver que, em concerto, as pessoas conhecem as nossas músicas e cantam as nossas músicas. Não há nada mais importante para nós do que o reconhecimento que o nosso trabalho está ser bem feito e que as pessoas acreditam no nosso valor. Sabemos que passamos por uma altura em que é complicado levar as pessoas a ver um concerto, mas essa é a mentalidade que nós gostávamos de alterar…Queremos que o público que gosta de rock se sinta recompensado por ver um concerto nosso e que se sinta com vontade de  aparecer no próximo, e nós vamos sempre dar tudo em palco para que isso aconteça.

  1. Local onde gostariam de tocar ao vivo? E com quem?

Gostávamos muito de um dia poder tocar num dos maiores festivais de rock como o Download ou o Reading, seria incrível! Penso que seria brutal poder partilhar o palco com bandas como Black Sabbath, Down ou Mastodon.

  1. O que acham que seria necessário mudar em Portugal quanto ao apoio que existe aos novos projectos e novas bandas?

12277301_191691984509543_1372505486_nPenso que neste momento existem bandas incríveis no nosso país, com uma qualidade mais que suficiente para sair daqui…Mas não é fácil, o pessoal gasta muito dinheiro em material, gasta muito tempo em ensaios, e na maior parte das vezes tocamos só para cobrir os custos da viagem. Claro que isto muitas vezes não é culpa dos locais onde se toca, é porque há pouco público…mas pensamos sempre que vai melhorar e ultimamente até nem nos podemos queixar porque tem sempre aparecido bastante pessoal. E isso paga tudo.

  1. Projectos para o futuro?

Estamos já em fase de composição do terceiro album, que ainda não sabemos se vai ser um LP ou EP. Queremos continuar a apresentar trabalho e estamos a escrever um terceiro videoclip deste último album para lançar em breve!

  1. Por último descrevam-se numa única palavra

Ruído.

Advertisements
This entry was posted in Raio-XIS and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s